Luz da lua, me mostra o caminho, me guia por entre os espinhos, me fazes brilhar entre tuas estrelas pontilhadas na súbita e imensa escuridão do céu. Me deixe te alcançar, aproxima tua face da minha, sinta como eu respiro contra ela. Meu coração persiste no labor das chamas, tentando forjar as palavras, me pões a arder nas linhas da mão como num destino.

2 Response to " "

  1. Sandy Says:

    Está se saindo muito bem com as palavras, amiga. Lindas palavras as tuas !

  2. Sandy Says:

    Ah, te amo. sz'

Postar um comentário